A leitura do pós-jogo

Ontem por razões pessoais não consegui acompanhar o jogo do Avaí contra o América-MG, como eu gostaria. Precisei recorrer a todo instante ao rádio FM, pelo celular.

Pelo que pude ouvir o Avaí foi o Avaí de Joinville, e assim como no norte do Estado catarinense jogou melhor, dominou o jogo, perdeu infinitas oportunidades de gol, levou um gol e perdeu a partida.

Eu já escrevi na coluna anterior, eu prefiro o Avaí jogando feio, como na partida contra o Ipatinga, na Ressacada, mas garantindo os três pontos. Alguém pode avisar isso ao Maria?

Portanto, como não posso fazer uma análise mais depurada da partida decidi fazer uma leitura do pós-jogo, ou seja, aquilo que alguns blogueiros* avaianos publicaram em seus blogs sobre o jogo e os comentários de seus leitores. Vamos ao que eu consegui extrair da opinião de aproximadamente 20 pessoas:

“O Avaí foi incompetente e não traduziu a superioridade em gols”, pelo menos três pessoas concordaram com isso e sete blogueiros/leitores ainda reafirmaram a incompetência dos atacantes, eis que “nenhum atacante funciona no Avaí”.

Nem vou dizer que tenho insistido na tecla de que o Avaí deveria atuar com apenas um atacante ou até mesmo nenhum. Ontem, em determinado momento do jogo estavam em campo Diogo Acosta, Ricardo Jesus e Nunes, quantos gols marcaram pelo Avaí?

Mas teve torcedor que não concordou com a superioridade do time do Avaí : “O time do América-MG é ruim, mas o Avái foi ainda pior”.

Outro ponto bastante abordado em relação à partida de ontem foi a situação do zagueiro Renato Santos, até então titular absoluto do Avaí. Sete blogueiros/leitores criticaram efusivamente o zagueiro, sendo o mesmo chamado até de “pipoqueiro”. Alguém afirmou que não fará falta ao Avaí. Outro, mesmo o criticando, disse que em razão da falta de opções ele continua sendo titular do Avaí. E outro leitor disse, ainda, que a saída dele será pior para o Leão.

Fico pensando se muito dessas críticas são em virtude das eventuais negociações entre o zagueiro e o Flamengo. Se elas não fossem conhecidas será que o zagueiro seria tão criticado? Afinal, o Jaílton foi severamente criticado por muitos torcedores, mas Leandro Silva mesmo cometendo falhas graves sempre era absolvido de críticas, assim como o Renato Santos.

Um torcedor chegou a dizer que o Cléber Santana deveria era aproveitar e ir embora do Avaí!

Ainda sobre o jogo três blogueiros/leitores elogiaram o treinador Hemerson Maria, mas um blogueiro decidiu por “pedir a cabeça do treinador”, culpando-o pela situação do Avaí no campeonato. Seus leitores não gostaram muito, mas apesar de eu entender que a troca de treinador no Avaí não resolverá o problema, entendo, também, que o Maria tem responsabilidade pela situação do Avaí na competição.

Afinal, sempre que o Avaí jogou com dois meias “de criação”, atualmente CS10 e Camilo, antes CS10 e Jefferson Maranhão, os resultados não foram bons para o Leão. Porém, quando Arlan e Julinho atuaram como pontas, ou então, quando no meio havia três volantes, foram os dois períodos em que o Avaí foi melhor nesta série B. Assim, manter este esquema, que até pode fazer o Avaí jogar melhor do que o adversário, mas que não se transforma em vitórias, é responsabilidade do treinador.

Outro ponto destacado por uma blogueira: a quantidade enorme de escanteios durante as partidas, nunca aproveitados. É preciso treinar melhor a bola parada do Avaí. No futebol atual a maioria das partidas é vencida em lances de bola parada.

Quanto ao futuro do Avaí dois torcedores ainda acreditam nas chances de acesso. Porém, outros dois “entregaram a toalha”. Se a diretoria aparecesse em público dizendo não acreditar mais no acesso, estes que também não acreditam apoiariam a diretoria ou a criticariam? Eu vou acreditar até a matemática dizer que é possível. Recomendo, para quem tiver tempo, um retrato que publiquei lá no Alameda1976 sobre a série B (confira clicando aqui e aqui).

Por fim, não posso deixar de registrar que cinco torcedores afirmaram que o Avaí é um balcão de negócios, tendo um feito uma ressalva em relação aos anos de 2008/2009. Quanto a isto, infelizmente, gostaria de saber qual clube brasileiro não é um balcão de negócios? Vide toda a “negociação” atual envolvendo o jogador Paulo Henrique Ganso. E esse é um dos piores problemas do futebol brasileiro, ou seja, a entrega do futebol na mão dos empresários. Se você acredita que hoje está ruim, se prepare, pois no futuro próximo será ainda pior. E não me iludo com a presença da LA no Avaí no período de 2008/2010, pois penso que esta parceria, como não foi bem administrada/conduzida trouxe mais malefícios que benefícios ao Avaí.

Mas o que realmente me deixa incomodado é que ano passado o Avaí teve um jogador da categoria do Lincoln e neste ano o Cléber Santana, e mesmo assim o clube não conseguiu ter um time de qualidade, uma torcida participativa e sócios atuantes!

Blogs consultados/visitados:

http://andretarnowskyfilho.blogspot.com.br/
http://wp.kzuka.com.br/blogdoleaodailha/
http://dnazul.blogspot.com.br/
http://sergionativo.blogspot.com.br/
http://omeuavai.blogspot.com.br/

Anúncios

8 pensamentos sobre “A leitura do pós-jogo

  1. Muito bom, Gilberto. Bela análise. Corroboro todas as vírgulas, as exclamações e os pontos.
    Às vezes fico pensando, como é fácil estar do outro lado. Eu sei, oposição é necessário, oxigena o processo, pode inclusive dar uma revisada na condução das coisas, mas tem muita gente com soluções muito práticas e que não é bem assim.
    Não é querer livrar a cara do presidente, que é mais fácil de alguém pensar, mas é pedir uma solução prática. Eu, por exemplo, acho que é hora do Maria sair, com toda a dor no meu coração por estar pensando nisso. Não é que ele seja o culpado, mas é nítido que ele não consegue mais tirar algo de bom do time.
    Esse time pode, consegue, mas pode ser que precise de revisão no comando.

    • Obrigado Alexandre. Quanto a trocar o treinador para dar certo dependeria e muito de quem seria o escolhido para o lugar. O Maria é inteligente, portanto, se ele realmente está convicto do que está fazendo e os resultados não aparecem então sinto que tenho de concordar contigo. Porém, se ele lembrar que o Avaí já atuou de formas diferentes com resultados melhores e esquecer um pouco os corneteiros de plantão, retomando as formas anteriores de jogar, quem sabe coloca o time de novo nos trilhos.

  2. Ops, um pouco atrasado nas opiniões, mas vou dar um pitaco:
    mudar de treinador agora teria que ser um tiro certo. Além disso, acho que o HM tem o respeito total do grupo e qq mudança poderia ser muito perigoso. Jogador de futebol é complicado, em geral.

    Acho que alguém poderia ter um dedinho de prosa com o HM para fazer com que ele reveja seu esquema e treine alternativas.

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s