Tem culpa eu?

Na mais recente crise no clube do Estreito, das muitas que já houve e a mídia não divulga, algumas pessoas do clube deles dizem que há uma AVAIANIZAÇÃO de sua estrutura. Ou seja, segundo essa concepção, eles sempre foram os melhores, os mais qualificados, os tais, mas cochilaram e resolveram imitar o Avaí e a casa caiu. Há até uma imagem, fotoxopada por um suposto publicitário avaiano, ilustrando que por baixo da figura do novo presidente deles está o presidente Zunino, que dá bem a dimensão de suas agruras.

Este tipo de atitude, extremamente comum entre as pessoas que conhecemos, diz respeito à nossa própria condição humana, a de enxergar nos outros a razão de nossos defeitos. Quanta gente tu conheces que admite seus erros? Fale aí, de supetão, quando foi a última vez que ouviste alguém dizer: eu errei. Muita gente arrogante, pedante e metida, nessa hora, nem vai mais falar comigo, porque acha que não erra e quem sou eu para apontar isso. Nós não erramos, são os outros que erram, foi por culpa de alguém, de alguma estrutura, de alguma pecinha mal colocada que a engenhoca não funcionou, imaginam.

– Fiquei sem dinheiro no fim do mês porque o governo me cobra impostos ou porque meu salário é baixo. Eu jamais admitirei que gasto mal, que sou um perdulário, um fanfarrão com minhas contas. Eu sempre andei certo, os outros é que me dão rasteiras. – diz o bambambam.

Gostamos de viver na zona de conforto em apontar nos outros a razão de nossas mazelas, essa é a verdade.

E aí, trazendo para o futebol de nossa província, surgem exemplos como esse, uma bobagem dessas de que o pessoal doladelá copiou os erros do Avaí. Enquanto estavam no auge ninguém se preocupou em averiguar para onde ia o dinheiro, só quando o lodo bateu na bunda? Sim, porque a água já passou pelo pescoço há muito tempo. Eles deixaram vender o seu patrimônio, deixaram que se montasse um clube fantasma em Minas Gerais, se permitiram enganar pela mídia durante muito tempo e os avaianos é que são os culpados.

Mas não pense o leitor, que agora ri deles, que aqui na Ressacada a coisa não seja diferente. Aqui se vive a apontar a direção avaiana como principal responsável por nossos fracassos, acusam jogadores de mandriões, mercenários ou desqualificados, põem desculpas na camisa, na chuva, no vento, na fila ou nos preços dos ingressos para não ir ao estádio, ou na tal elitização. Dia destes até a coitada da bandeira foi colocada na conta como símbolo de nossos fracassos. Demorô, hein?

E aí eu pergunto, porque perguntar não ofende: quantos torcedores, ou sócios, estão agora se mobilizando para apresentar uma alternativa à direção avaiana? Se existem tantos erros assim tão fáceis de ser corrigidos, como se diz, por que ninguém se mexe? Claro que tu que és o sabe-tudo, o que não tapa o sol com a peneira, que chama jogador de limitado porque entende de futebol mais que os outros (orras, todo brasileiro entende de futebol!), que vaia aquecimento, que diz que o São Caetano chegou lá sem torcida, que vais impedir que os ventos rasguem a bandeira, tu deves estar agora montando uma chapa de direção alternativa. Sem dúvida alguma. Tu és o cara. É ou não é? Ora, quem aponta erros, tem a solução. Estou errado?

A pessoa terá planejamento adequado para financiar o clube para os próximos anos sem uma dívida sequer, com uma parceria que não queira nada em troca a não ser oferecer jogadores de graça por gostar de teus belos olhos, com diretores que o apóiam em qualquer circunstância, com um conselho deliberativo que é crítico e revolucionário, com planilha de custos adequada às realidades do futebol suficiente pra te fazer campeão brasileiro sem vender ou negociar nenhum jogador por uns, digamos, cinco anos. E investirás pesado nas categorias de base, com dinheiro da… do… tu vais saber de onde vem. Tu sabes tudo.

A propósito, desmanche de time não passa pelo teu vocabulário, uma vez que jogador de futebol deve permanecer no clube por diversas temporadas, aprender o hino, a história do clube e, se possível, ajudar a cortar o gramado do estádio. Salário tu vais pagar com o dinheiro dos patrocinadores, que pagam muito bem e eles é que não sabem administrar, pois se não pagarem, encerrarás o contrato e farás outro logo, logo, coisa mais fácil do mundo.

Mas, enquanto não fazes isso, o mais bacana é sair apontado erros e defeitos. Críticas, principalmente as depreciativas, são sempre um troço que ajuda a construir. Lavas as tuas mãos e ainda sais por cima, pois os culpados são sempre os outros.

E depois de todo este teu esforço sobre-humano para ajudar e participar do dia a dia do clube, se algo der errado, podes dizer que houve uma FIGUEIRIZAÇÃO do clube, afinal a tua parte tu já fizeste. És adepto da democracia, então foram feitos protestos, faixas, críticas nas redes sociais, teu teclado esquentou de tanto apanhar e eles é que não cumpriram com o determinado. Eles, ou outros é que são os culpados. Todo mundo sabe disso.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Tem culpa eu?

  1. Procuro esse novo presidente.
    Ele vai ser Santo Azurra, já que não comete erros e tem as melhores soluções.
    Certamente colaboradores/parceiros como Pauta, Intelbras e VOA serão esquecidos, pois a nossa marca é forte e precisa de uma NOKIA, SIEMENS, ALCATEL, AVAYA,…menor que isso não combina com a futura camisa da NIKE que vestirá o Avaí.

    Barcelona, nos espere seus fracos.
    pacabááá!!!

    O saco tá cheio com esses irresponsáveis.

    abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s