Culpado ou inocente, seo juiz?

Se tem uma coisa que me dá engulhos na garganta e reviravoltas na vida é a tal da hipocrisia. É aquela atitude de simular algo que não é, de fingimento, impor um sentimento ou atitude virtuosa que não se tem. O sujeito tirou curso de palhaço, mas posa de publicitário. Confere, produção?

Não existem santos por aí, nem virgens vestais. Posar de bom moço e apontar os dedos como se fôssemos o poço da moral e dos bons costumes é a expressão máxima da hipocrisia. O bom mocismo só existe em filme de farveste. Daí o sujeito me aparece com falso moralismo, com as acusações levianas e torpes para arrebentar reputações e obter seguidores e ainda quer me fazer acreditar que é imaculado? Buscar isso é uma coisa, mas querer apontar nos outros é bem diferente. Isso é hipocrisia, seo Arnaldo!

O futebol é a expressão máxima da cultura humana no âmbito do falso moralismo. É aqui, no futebol, um jogo (jogo mesmo, de sorte e azar) onde interesses e negócios se misturam e uma porção de gente se arvora o dono da virtude máxima e suprema do Olimpo, que a hipocrisia mais aparece. Qualé, pastel, tu pensas que não é assim?

Diz-se, com a cara mais sincera do mundo, que torcedor de futebol pode ir a campo vaiar, ameaçar e ofender jogadores, chamar dirigentes de ladrões e colocar as famílias de uns e outros no paredão, quando não partem para agressões físicas. Assim, sem que lhe doa a consciência. E tudo pela questão financeira, por uma lógica comercial, do tipo, eu pago eu posso. Mas como, cara-pálida? Pagas merrequinha de mensalidade ou um ingresso e achas que podes achacar a condição humana de qualquer um? E se zelas tanto assim pela moral e bons costumes, pelo bom desempenho, pela honra às tradições, por que mentes tanto na vida privada? Ah, perdão, estava falando com um monge franciscano e me enganei. Desculpa aí!

A vaia é a expressão máxima da dor de cotovelo, é a manifestação do frustrado, do fracassado, daquele que vê nas derrotas do seu time a sua própria incapacidade. Vais dizer que és diferente?

Se alguém quiser que algo se resolva, mesmo, de verdade, e se for resolvido na vida, que dê sugestões de melhorias, apresente propostas, ensine o caminho, antes de abrir o berreiro para ofender ou insultar alguém. E a vaia é bem isso, é a atitude suprema do sujeito metido, que pensa saber o caminho das pedras, mas é um derrotado por excelência e canaliza nos outros, nos jogadores e comissão técnica as suas mazelas existenciais. E não apenas para o Avaí, isso serve para qualquer time.

E que fique claro, ninguém aprende com a vaia. Sem essa de que ela é educadora, como dizia Nelson Rodrigues. Sem esse papo aburguesado de que o sujeito está ali para sofrer pressão. A vaia só acumula desgostos e ressentimentos, cria fibroses no intelecto, prepara o criticado para uma vingança. O reforço negativo não educa, só adia o problema, não resolve. Experimente vaiar seu filho todas as vezes que ele for mal na escola, ou alguém que não lhe faça uma tarefa que lhe é pedida. É como usar guarda-chuva invertido na tempestade. Uma hora vira, e na sua cabeça.

Há um pensamento medíocre e linear de que se está imputando culpas na torcida pelas derrotas e pelo pouco desempenho do time neste ano. Bom, se alguém pensa assim é melhor rever conceitos. Eu aconselho um psiquiatra, mas se quiser vá a um proctologista mesmo. Desse aqui que vos escreve nunca saiu isso. Que se encerre esta sandice. O que sempre afirmo é que devemos, como torcedores, dar mais apoio ao clube e incentivar os jogadores em campo. Se fôssemos para ser críticos e analistas ao extremo com vaias e insultos durante as partidas, deveríamos mudar de lugar, sair das arquibancadas e ir paras as cabines de rádio e TV. Pelo menos ali a hipocrisia é institucionalizada.

Quem quer realmente ajudar a outro não vaia, mas estende a mão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s