Breves leituras

Na série B

Faltam 4 rodadas para encerrar a série B. Doze pontos ainda serão disputados por cada equipe. Depois dos resultados desta última rodada arrisco a dizer que o Goiás será o campeão da série B, surpreendendo os torcedores do Vitória e do Criciúma.

Aparentemente, o esmeraldino possui a sequência mais tranquila até o encerramento do campeonato.

E continuo a afirmar que os quatro primeiros devem ultrapassar a marca dos 70 pontos.

O título da série A

Se o Atlético-MG vencer o Coritiba, em Curitiba, e o Fluminense perder para o São Paulo, na capital paulista, amanhã, ainda pode haver esperanças de título para a torcida do galo. Mas caso algo ocorrer diferente nesses dois jogos o Fluminense estará com mais de uma mão na taça.

As vagas para a Libertadores

Tudo indica que, conforme um passado recente, o Brasil terá novamente um representante na taça libertadores que disputará a série B no mesmo ano do torneio internacional, no caso o Palmeiras.

Outro time paulista, também, já está garantido: o Corinthians. Além deles, o São Paulo deve representar o Brasil e o estado de SP no torneio sul-americano.

Pois se considerarmos que hoje o número limite para alcançar a vaga na taça libertadores é de 66 pontos. O São Paulo precisa, hoje, alcançar 8 dos 15 pontos a serem disputados.

Em situação mais tranquila está o Grêmio, que precisa, no momento, tão somente duas vitórias nas últimas cinco partidas. E joga três delas em casa. Uma está ocorrendo neste exato momento em que escrevo este texto.

O Fluminense será o representante carioca. E o Atlético-MG está praticamente garantido.

Internacional, Botafogo e Vasco dependem de melhorar o futebol e aguardar algum milagre.

O rebaixamento para a série B

Será muito difícil que os quatro times rebaixados sejam diferentes dos que hoje ocupam as últimas posições (Atlético-GO, Figueirense, Palmeiras e Sport). E digo mais, se algum deles vir a se salvar, não deve ser o Bahia que ocupará esta “maldita” vaga. Isto por que o time baiano deve fazer nove pontos nas últimas três rodadas. Na última enfrentará o rebaixado Atlético-GO, em Goiás. E nas duas anteriores jogará em casa contra Ponte Preta e Náutico.

Portanto, Cruzeiro, Ponte Preta, Santos, Coritiba, Náutico, Flamengo e Portuguesa precisam garantir o quanto antes os 45 pontos. Pontuação esta que acredito garantirá o time na série A.

O Figueirense

Alguns comentaristas “esperançosos” querem fazer crer que se o furacão vencer as cinco partidas restantes e com isso chegar aos 44 pontos se manterá na série A. Sinto dizer que mesmo com 44 pontos o time deve ser rebaixado mesmo.

Mas para almejar a meta dos 44 precisa vencer o Flamengo, hoje à noite. Ou seja, precisarão vencer Renato Santos e Cléber Santana. Jogadores que não devem trazer boas lembranças para o time do estreito.

O Avaí

O jogo contra o Ceará foi a tônica do Avaí este ano. O jogador que dizem que entrou na justiça contra o clube foi o capitão do time e marcou o gol da vitória fora de casa (coisa rara para o Avaí, na série B 2012).

Portanto, tire as suas conclusões! Afinal, o Avaí deste ano foi um conjunto de várias sínteses paradoxais!

O futebol catarinense

Neste ano, considerando as quatro séries do campeonato brasileiro, o estado catarinense pode ser considerado a “quarta força” do futebol nacional. Ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Se for levar em consideração as séries A e B do ano que vem e acreditando que Criciúma estará disputando a série A e Joinville, Avaí, Figueirense e Chapecoense devem disputar a série B, o estado catarinense deve passar a ser a segunda força do futebol nacional.

E o que é mais interessante: por mais que SP tenha o maior número de clubes disputando as principais séries a maioria dos times são da capital ou região metropolitana (exceção às cidades de Santos e Campinas). Os quatro clubes cariocas são da cidade do Rio de Janeiro, assim como os mineiros são de Belo Horizonte e os gaúchos de Porto Alegre. Já SC possui a sua representação no futebol espalhada pelo estado, representando as regiões sul, norte, oeste e capital.

Direito de televiosionamento dos jogos dos clubes catarinenses

Em razão desta representação acima, não posso aceitar e nem compreender que os dirigentes dos clubes catarinenses continuem a aceitar as “migalhas” oferecidas pela empresa detentora dos direitos de televisionamento do campeonato catarinense.

É preciso que os clubes se valorizem e façam valer o “status” que ocupam atualmente no cenário nacional.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Breves leituras

  1. Pingback: Dos inferiores e vira-latas | Todo Esporte Santa Catarina

  2. Quero ver como os times irão se preparar para o estadual 2013.
    Avaí e fiGAYra com problemas financeiros, o Tigre com a possibilidade de perder os melhores jogadores, JEC com o time irregular.
    A Chapecoense termina o 2012 com uma motivação grande, além do que, terá um calendário para o ano inteiro, o que é inédito para o pessoal do oeste.
    As migalhas da RBS… isso é uma verdadeira piada. Eles tiram a comida de quem da o pão pra eles.
    Pagam pouco, tiram possibilidade dos clubes investirem e fazerem campeonatos cada vez piores.
    Quando os clubes irão se unir pra acabarem com essa palhaçada?

    Como minha preocupação é o Avaí, minhas dúvidas são:
    Vai investir ou vem com time caseiro?
    Argel e Arroz?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s