Com um olho no retrovisor

Eu sempre digo que modinha e oportunista comigo não se cria.

Aparecer no meio de festas coletivas apenas para comer o salgadinho prontinho e a bebidinha geladinha é ser oportunista. Quero ver é ajudar a montar a festa, ou ficar para limpar os pratos.

No âmbito do futebol temos um monte de pessoas com esse comportamento. Gente que é oportunista é a que se diz torcedora de um time, mas só quer o filé mignon, o time bem montado, algumas vitórias na bagagem para, aí, sim, aparecer num estádio, chorar de emoção e dizer que ama o seu clube até morrer. Pode ficar enfezadinho, de mal comigo, me cobrar as cervejas que me pagou no passado, mas é oportunista quem age assim.

E normalmente é o que fica pedindo altos investimentos, condições confortáveis para assistir ao “espetáculo” e não quer jogador caneludo. Sabe aqueles que frequentam camarotes pagos pela direção? E o mais curioso é que sai dizendo por aí que o clube o expulsou, por isso a coisa degringolou. E que vive apontando os problemas para ajudar o clube.

– Rapaz, se não fosse a minha crítica a coisa não andava.

Na Ressacada continua uma onda decretadora da tal elitização, a mesma tecla batida há tempos. Não se olha para frente, apenas para trás. Dizem que a direção avaiana não consegue pôr gente no estádio porque os preços são altíssimos. Neste ano, só para se ter uma ideia, a torcida abandonou por completo o seu clube, chegou a convocar público zero ou para show sertanejo,  e se não fossem uns 3 mil torcedores que compreenderam a situação, seria um estádio deserto.

Mas a tal tese da elitização diz que o estádio se esvaziou desde que os preços foram majorados. Em 2008, por exemplo, a torcida comparecia porque os preços eram acessíveis, dizem. Mas vejam só que interessante isso aí embaixo:

Arquibancada: 60,00

Cadeira: 130,00

Ingressos: 50,00

Que preços são estes? Um absurdo, né? Cobrar ingressos tão caros assim deve, com certeza, afastar torcedores do estádio. Porém, estes são preços cobrados pelo Criciúma no Heriberto Hulse e que teve uma média de 8 a 10 mil torcedores em toda a série B.

Será que é porque o time empolgou? Tinha jogadores de altíssima qualidade? Bom, este time foi montado às pressas e nem campeão estadual ele foi. E depois que houve promoção, aí era lotação em todos os jogos.

Quando me disponho a falar de torcidas, muita gente me enfenca o pé na porta porque acha, não sei de onde, que torcedor é um ser intocável e imaculado. A propósito, para me enfiar o pé na porta e falar mal de mim há uma porção, a maioria por me desconhecer completamente, outros porque eu não falo o que eles querem. Mas isso é outro assunto.

Torcedor é uma categoria de humano diferente do habitual. Até já me inspirei a achar um nome genérico para os anais da Biologia, tipo Homo intriguentus, ou Homo pentelhus, ou quem sabe Homo emotivus. E esta última opção é a que cabe melhor para definir esta categoria de ser bípede (nada) racional, pois a emoção é o que mobiliza as suas atitudes. E aí a razão escorre pelo ralo.

Será interessante ver, por exemplo, o banho que a torcida do Palmeiras dará nas outras torcidas na série B de 2013. Não vai ter preço de ingresso que os segure. Não vai ter decepção com dirigentes, com jogadores, com jornalistas, com árbitros e federações. E alguém dirá:

– Pô, mas eles são time grande.

Pois é, eles são grandes e vão continuar grandes, independente das crises, porque a torcida não larga o osso. Eles olham para a frente e não pelo retrovisor. Já aqui no Sul da Ilha, o que tem de neguinho virando estátua de sal…

Anúncios

2 pensamentos sobre “Com um olho no retrovisor

  1. A própria oposição pode estar plantando hoje o que vai colher amanhã.
    A decisão é nossa sobre como queremos o nosso time:
    Independente de concordar ou não com o Zunino, o Avaí é nosso.

    Imagina 10 mil sócios, o valor fixo que o clube teria pra receber, mais patrocínio, TV, publicidade e alguma rende nos jogos. O time poderia ser outro, certo?
    Uma pena que dentro do mesmo barco existam pessoas remando em direções opostas.

    Abraço e bom fim de semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s