O chororô da corneta

Eu me divirto à frente dessa máquina do capeta que é o computador. Também gosto de jogar nele. Há jogos, como os de RPG, por exemplo, que são fabulosos, mexem com o seu raciocínio. As navegações que se faz nos diversos sites também nos deixam horas e horas entretidos e, em outras, extasiados. Mas é nas redes sociais, e principalmente naquelas que falam do Avaí, que meus carrinhos deixam a bochecha com câimbras, de tanto rir.

Pois a bronca agora é com a presença de público na Ressacada. Reclamam que a torcida tem que comparecer, pois a direção avaiana está investindo e este time precisa desse apoio. Dizem que é a hora do torcedor.

Alguém dirá que isso é mais um dos meus discursos otimistas, que reclama da falta de público, que precisamos apoiar e coisa e tal, por eu ser esse eterno chapa branca irrecuperável. Não, dessa vez, não.

Isso está vindo dos contumazes e irrecuperáveis corneteiros, aqueles que não tapam o sol com a peneira, os que não defendem o indefensável, os que não são cegos e vêem tudo. Os caras que entendem mais de futebol que os próprios jogadores, técnicos e comissões técnicas. Os que sabem, por exemplo, o que é uma enzima CK, o que ela faz e dizem que é uma bobagem. Os que chamam o presidente de quadrilheiro, seu filho de mafioso, o presidente do CD de velho dorminhoco e o Conselho Deliberativo de antro de incompetentes. Os que me chamaram de leviano, mas se borram diante da presença do presidente nas reuniões. Os mesmos que convocavam a torcida para ir assistir a um show de sertanejos quando o Avaí entrava em campo. Os caras e as caras que apontam os dedos limpinhos e polidos para todos os que não seguem sua cartilha de revolucionários de edredom.

Pois estes doutos estão percebendo que a torcida não está comparecendo. Estão incomodados. Até meio envergonhados condenam essa postura, sem antes dizer que a culpa é do Zunino, ao invés de perceberem que eles mesmos colaboraram para desmobilizar o torcedor, várias e várias vezes.

E eu que pensei que morreria e não veria isso.

Vou pedir um favor: parem, não aguento mais de tanto rir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s