Harmonia reinante, até onde ninguém sabe

O que poderia ser apenas um grupo de bons jogadores ajuntados para bater uma bolinha, os rapazes que estão envergando a camisa do Leão da Ilha parecem cada vez mais estar a caminho de se tornar um time. E dos melhores. Segundo as informações que se tem de jornalistas esportivos, setoristas que acompanham os treinamentos, blogueiros que babam por qualidade e até dos quero-queros que dão rasantes sobre o CFA para conferir se está tudo bem, a Ressacada poderá vislumbrar bons jogos daqui por diante. Habemus time!

Eu, que desde o primeiro dia da temporada, já dizia que o Avaí estava em boas mãos, não me surpreendo. Era assim que eu admitia que o Avaí seria neste ano. Se em 2012 já tivemos um título e uma boa participação na série B, ainda que sem o acesso almejado, neste ano o esforço concentrado para resolver as pendências está agora dando os seus frutos.

O fato é que se as pessoas no entorno da Ressacada tivessem as devidas paciências para esperar as melancias irem se ajeitando, não sofreriam estresses tão absurdos, não emprenhariam pelos ouvidos e nem abortariam pela boca ofendendo a tudo e a todos. Sei de alguns que estão colocando Band Aid® na língua, de tanto que a morderam. Outros já nem mais dão as caras nas redes sociais, pois se antes pintaram um Apocalipse, agora já têm que aceitar que as coisas se encaminham bem. Porém, como são covardes, não vão admitir isso publicamente.

E na mídia especializada, tanto a afoiteza habitual quanto as frases de efeito vomitadas por folcloristas fingidos não conseguem estabelecer um mundo cruel e ruim nos Carianos, por mais que queiram e como sempre quiseram.

Tudo parece se encaminhar para uma lua de mel. E com perspectivas de se ampliar graças a uma partida de encher os olhos contra o nosso rival.

Isso é bom de se ver. O Avaí precisa trabalhar assim, com calma e harmonia, para que seus objetivos sejam alcançados. Se houvesse um pouco disso no ano passado, certamente a situação poderia ter sido ainda melhor.

Só espero que um mal resultado surgido no Sábado não traga de volta a bipolaridade latente. Hipocrisia tem hora e vez. O campeonato não acaba no clássico.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Harmonia reinante, até onde ninguém sabe

  1. José H. Koltermann ‏@JoseKoltermann
    Técnico Argel não aceitou acordo com o @avaifc. Caso pode parar na justiça.

    A situaçao no Bvai nao está a maravilha que voce tenta pregar por aqui, apsokasopakspoakspoaksapo

    Classico vai sair faisca, o maior do estado entrará nos trilhos e ninguem segura mais, rumo ao titulo, Figueiraaaaaaaa

    • Se parar na Justiça, tenho certeza que não leiloarão o estádio. E a conta do Argel, para vosso conhecimento, é pequena, não se preocupe. E pelo visto o amigo sabe muito da situação do Avaí. Conta aí pra mim, que não sei de nada.
      Sobre o Clássico, a rivalidade só existe, hoje em dia, nas arquibancadas, quando alguns babacas se acham acima do bem e do mal. No campo ela é tranquila.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s