Senhores do Destino

Uma lenda grega muito antiga diz que um certo herói, Sísifo, foi condenado a fazer um trabalho árduo, monótono e cansativo, o de carregar uma pedra morro acima até alcançar o topo e, colocada lá, a pedra rolava novamente montanha abaixo até o ponto de partida, forçando-o a repetir a operação eternamente, para pagar suas dívidas com os deuses.

Como os gregos eram tidos como sábios, montavam as suas parábolas para todos os atos humanos. Esta identificava o recomeço ou os esforços inúteis, dependendo do objetivo. Porém, pode ser entendida como a constatação de que os mortais, os cidadãos comuns, não tem lá muita liberdade de escolha. Segundo essa visão, a vida segue um fluxo contínuo e irreversível e cada um já tem seu destino traçado.

Ocorre que, diferente do que pensam filósofos ou até mesmo religiosos, podemos dominar e definir nosso destino. A conversa de que algo está escrito e que cada um tem a sua sina é falsa, uma vez que estamos cercados pelas contingências, por eventualidades, pelas incertezas.

Essa lengalenga toda chegou à minha reflexão devido ao discurso cansativo e monocórdico da falta de planejamento na instituição Avaí Futebol Clube. Quem trabalhou com sistema de qualidade, como eu, sabe que as oportunidades de ação e seus planos contam com cenários diversos a ajudar ou atacar os objetivos e seus resultados. Não há um fluxo linear neste processo, onde uma proposta leve a uma ação imediata e irreversível, com implicações devidamente definidas. Isso não existe. Definem-se critérios, planos de ação, planos de contingência, mas que sofrem a ação de agentes externos ou mesmo internos os mais diversos. E isso para sistemas, imagine para seres humanos. Claro que eu me divirto quando a patuléia ignara, por mero desconhecimento, propõe causas e efeitos de acordo com as ruminações de suas barrigas e fecham o mundo conforme os seus gostos e ambições.

O planejamento que se faz, portanto, em qualquer etapa da vida, prevê correções de rota que vão sendo executados caso uma orientação fuja aos critérios estabelecidos. E isto é inerente, faz parte do que foi previamente definido e não do que metidos a engenheiros de obras prontas, professores de deus ou inventores da roda achem que seja o certo. E, por mais que isso incomode aos detentores de grife, não há garantias de que seja eficaz numa análise final. Exatamente por causa das incertezas. Evidentemente que o prejuízo pode ser diminuído, mas ele vai existir. Não existe sistema 100% perfeito, como querem alguns oportunistas. Isso é balela!

Claro que o Avaí planejou para este ano. Até porque as competições que tem pela frente exigiram cuidados. E tanto é assim que uma porção de faladores de ocasião aplaudiram as perspectivas que estavam se abrindo lá no começo do ano. Até a hipótese de que o Avaí faria um bom ano em razão de o presidente querer eleger alguém de sua confiança, para continuar o processo que já vem de anos, foi levantada, inclusive vista com bons olhos por este mesmo povo. Agora, o que se vê, são as mesmas críticas de antes, provando que não existe critério em se fazer análises e que a bipolaridade reina contumaz e absoluta em parte de alguns torcedores.

Algumas contratações para este ano, até aqui, ainda não surtiram o resultado almejado. Por uma série de fatores, mas é leviano (ô, palavra bonita!) dizer que foi um erro de planejamento. Em 2008 um grupo de jogadores desconhecidos (lembro de gente que perguntava quem era aquele Émerson do Gama e só se falava do Leo Cego) resultou numa campanha memorável. Neste ano de 2012, ninguém, por mais tanso que seja, imagina que o Avaí tenha contratado para pagar dívidas ou para rasgar dinheiro, coo diz o meu amigo Fábio Flora. Isso é básico. Ocorre que, como mencionei acima, tratam-se de humanos e estes, ah, estes são senhores de seu destino e não máquinas ligadas na tomada, como alguns iniciantes pensam.

Coisas, aliás, que eu, não sei porque, já previa. E aí a grama do vizinho é mais verde, a camisa do time adversário é melhor, o jogador daquele time é mais craque e até as cores do nosso clube estão desbotadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s