Enredo para o jogo de hoje

Não se trata de adivinhação, bola de cristal ou charlatanismo.

Também não é o caso de previsão, estatística ou exercício da futurologia.

Simplesmente é a certeza de que o Avaí estará em campo hoje à noite.

E o Avaí em campo, principalmente numa decisão, é sinal de ansiedade, sofrimento e angústia.

E, por incrível que pareça, isto não é ruim! Afinal, na maioria das vezes estes sentimentos de aflição são substituídos pelo alívio e pela felicidade da meta alcançada.

Digo tudo isto para poder falar do possível enredo da partida de hoje à noite.

No jogo de ida o Leão perdeu pelo placar mínimo na casa do Volta Redonda – semifinalista da Taça Rio. Precisa, portanto, para evitar a decisão nas cobranças de penalidades máximas (que só ocorrerá caso o Avaí vença pelo mesmo placar do jogo de ida), vencer por dois gols de diferença.

Ciente de toda esta conjuntura e conhecedor do jeito Avaí de ser é possível imaginar que a partida se iniciará nervosa, com o Volta Redonda se defendendo e explorando os contra-ataques. O Avaí pressionando, mas os atacantes não conseguindo marcar o gol.

A torcida permanece apreensiva até os 30, 35 minutos do primeiro tempo, quando num lance parecido com os ocorridos nos últimos jogos, Marquinhos cobrará o escanteio e Pablo, de cabeça, abrirá o placar.

Gerará um certo alívio, mas os lances de perigo que o time carioca irá causar no final da primeira etapa deixará o torcedor avaiano preocupado.

No segundo tempo, o Avaí vai voltar “mordendo” a saída de bola adversária, e num destes lances, Eduardo Costa vai roubar uma bola no meio de campo e tocar para Reis, que vence dois zagueiros adversários e toca na saída do goleiro, para quebrar o seu jejum de gols.

A torcida avaiana vai ao delírio. Mas a felicidade durará poucos minutos, pois numa displicência da zaga do Leão o Volta Redonda marcará o seu gol.

A partir de então a tônica do segundo tempo vai ser de “roer as unhas”. O Avaí pressionando e o Volta Redonda contra-atacando. E nada do gol ser marcado.

Eis que aos 43 minutos num bate e rebate na área do time carioca a bola sobrará para um dos laterais do Avaí que chutará a bola na direção do gol, ela desviará no zagueiro adversário e estufará a rede, decretando a classificação do Avaí.

Quem sabe ainda haja alguns minutos para o quarto gol, depois que o Volta Redonda tentar desesperadamente diminuir a diferença. Mas daí seria apenas a “cereja do bolo”!

No final das contas todo o enredo acima tem 99,99% de chances de não ocorrer, mas em se tratando de Avaí quem duvida?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s