Pré-jogo: Arapongas x Figueirense

Por Don Mattos

Na noite de hoje o Figueira entra em campo tentando deixar de lado a nuvem negra que estacionou no Estreito nos últimos dias.

Eliminação no campeonato varzearinense, notícia de uma barca que aportou na Avenida Santa Catarina e que em breve deve partir carregadinha, boatos de troca no comando técnico da equipe, enfim, uma enorme lista de novas dificuldades servidas a Adilson Batista. Cabe agora a ele, dar um jeito de reverter o astral do elenco e conseguir a façanha de levar a campo uma qualidade na prática do nosso esporte bretão, ainda não vista este ano no time do Orlando Scarpelli.

Deveremos ter algumas mudanças na escalação do Maior Alvinegro do Mundo. Dizem as boas línguas, que Hélder já tem uma confortável cadeira reservada para ele na barca alvinegra, e sequer viajou com o time para Arapongas, o que pode ser considerado um ótimo reforço. Tinga, que não jogou contra a Chapecoense devido ao terceiro amarelo, estará em campo. Mais um reforço. André Rocha também está fora, outro reforço. Há a possibilidade da estreia de William na lateral direita e de Rafael Costa no ataque, que só nos dirão se são ou não reforços com o decorrer das partidas que disputarem. Ou seja, ainda que nossas laterais sejam ocupadas por meias improvisados, elas deverão melhorar consideravelmente sem os que antes passeavam pelas nossas alas, valendo-se do privilégio de assistir as partidas de dentro do campo sem pagar ingresso.

Com isso, devemos ter em campo hoje a seguinte escalação: Ricardo, Maylson (William), Thiego, Douglas Silva, Gérson Magrão, William Magrão, Tinga, Jackson, Danilinho, Toscano (Rafael Costa) e Ricardinho.

Diante das opções de Adilson Batista esse é o time que dá para mandar a campo. Não tem o que se contestar, time escalado na base do “não tem tu, vai tu mesmo!”.

A ausência de Hélder é um reforço, mas o preço é relativamente alto, pois sacrificaremos Gérson Magrão que rende melhor no meio, para improvisá-lo na lateral canhota do campo. Danilinho jogou pouco este ano em função da lesão sofrida, esta partida pode ser uma das últimas chances do rapaz provar que merece constar na folha de pagamento alvinegra. Ainda não jogou um futebol convincente, mas ficamos na torcida para que ele surpreenda e comece a mostrar que pode ser o articulador que nos ressentimos desde a dolorosa partida de FernanDEZ.

O adversário é o grande Arapongas!Time muito tradicional e de longa história em toda a imensa vastidão de… Arapongas.

Por mais que nosso time esteja longe daquilo que esperamos ver em ação quando vemos onze camaradas vestindo a camisa mais linda do mundo, creio que com a escalação acima temos totais condições de superar o sétimo colocado do campeonato paranaense, cuja única ambição no campeonato do seu estado era fugir do rebaixamento. Uma espécie de Camboriú vestido de verde.

Contudo, a preocupação e desconfiança por parte da torcida é grande, pois se o futebol apresentado nas 21 partidas disputadas até aqui foi insuficiente até no nosso debilitado campeonato estadual, imagina na Copa…

Saudações Alvinegras!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s