A vontade de estar presente

A torcida do Avaí está na expectativa de o time obter um bom resultado contra o Coelho Mineiro. Claro que há aqueles que torcem contra, mas esses são interesseiros, mal amados, ou não são assim uns bons torcedores. Só se divertem pelo time quando é campeão ou quando se abre promoção de ingressos. Na podre eles correm, nem aparecem. Não é deste tipo de torcedor que eu falo.

Eu toco sempre no assunto de o torcedor estar presente, de fazer parte do espetáculo, de vibrar com o seu time. E de levar este time a conquistas antes inimagináveis. Porque é assim que eu vejo o futebol, uma atividade onde a participação popular é inegável. E com a torcida sempre pensando em vitórias.

Quando temos um pensamento positivo, não é qualquer obstáculo que nos derruba. Isso não é nenhuma pregação messiânica, mas uma forma de sempre pensarmos para frente, pois para trás já bastam as nossas burradas e agruras da vida. Sim, o pensamento positivo funciona. Não nos moldes da Lei de Atração, a de que “semelhante atrai semelhante” – um libelo criado e feito best-seller para tirar dinheiro dos trouxas –, mas uma forma de se buscar soluções para se resolver problemas. Há problemas no Avaí que poderão, se resolvidos, nos dar ótimos resultados até o final do ano, que passam pela consolidação de um time de futebol. E grande parte disso depende substancialmente do apoio de seu torcedor.

Por isso, é necessário convocar o torcedor avaiano para este jogo contra o América de Minas, sim, e mostrar a nossa força. Não a convocação chorosa e lamurienta, habitual em épocas de pindaíba. Não um apelo ao coração, cujo resultado são decisões baseadas apenas na emoção, transformando a conduta de torcedor em ato de bipolaridade. Na boa, apóia e na ruim se afasta. Mas é consolidar a condição de ser torcedor.

O segredo do sucesso do Avaí é a presença de sua torcida no estádio, fiel e festiva, admirável e admirada por todos. É disso que o Avaí precisa, de torcida presente. E pensando positivamente junto. Apenas isso! Não existe nada de mágico, divino ou alucinante em uma torcida pensar positivo. É uma situação natural, para se obter bons resultados.

É bom analisar também que o “produto futebol” passado na TV agrega outros valores. Arquibancadas cheias numa tela de televisão chamam investimentos. Anunciantes gostam de ver o seu produto associado a esta paixão. Um estádio vazio é sinal de time fraco e sem muito futuro. Ninguém investe.

Ocorre que, apesar dos pesares, que façamos acontecer um time de futebol das arquibancadas. Se somos meros porras-loucas que torcem, vibram e se emocionam, e se ainda temos algum sentimento pelo futebol, que o façamos bem e da melhor maneira que todo avaiano sabe fazer. Ou então que cada um, a partir de agora, fique em casa assistindo ao campeonato mundial de curling. Porque o clube, com essa fraca presença de público, um dia acaba.

Anúncios

2 pensamentos sobre “A vontade de estar presente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s