Estreias…

Foi a estreia do Avaí na série B de 2013;

Foi a estreia de Vinicius Bovi como titular da lateral direita do Avaí;

Foi a estreia de Jefferson Maranhão na lateral esquerda (não lembro dele já ter jogado nesta posição, no Avaí);

Foi a estreia de Cléber Santana.

Foi a estreia da dupla MS10 e CS88.

Mas também foi a estreia do apagão.

O Avaí começou bem a partida. Com trocas de passes precisas, principalmente quando a bola passava pelos pés de MS10 e CS88.

Por isso, o Avaí foi premiado aos 7/8 minutos com o gol. Márcio Diogo teve tranquilidade no momento de definir e abriu o placar para o Leão.

Poucos minutos depois, de cabeça, o próprio Jamie Foxx, digo, Márcio Diogo, em cruzamento do Bovi (se não estou enganado) perdeu a chance de ampliar o placar. Diga-se de passagem o lateral direito do Avaí teve, também, duas oportunidades em chutes de fora da área de ampliar o marcador.

O Oeste, sabedor da improvisação avaiana na lateral esquerda, com Jefferson Maranhão, só atacava pela direita do seu ataque. Mas Alef e Maranhão estavam dando conta do recado por ali. O time paulista tentou insistentemente o gol de empate, mas o goleiro Diego demonstrava estar numa noite inspirada, efetuando defesas firmes, sem chances de rebote (o que a contratação de um novo goleiro não faz, não?).

O Avaí, então, explorava os contra-ataques e até mesmo o craque Marquinhos perdeu a oportunidade de sacramentar o jogo.

Eis que aos 33 minutos, do segundo tempo, Jefferson Maranhão sentiu e precisou ser substituído. No mesmo momento um apagão tomou conta do estádio. E a partida ficou parada por um bom tempo. No lugar do Maranhão entrou Pablo para fazer a lateral esquerda.

A partir daí eu não assisti o jogo. Mas parece que o Avaí também teve o seu apagão e extrapolado o último minuto de jogo o goleiro Oeste que se aventurou na área avaiana empatou a partida. Méritos para o time que buscou insistentemente (apesar das inúmeras dificuldades aparentes) o gol do empate.

Seguem alguns apontamentos que fiz pelo twitter logo após a partida:

– O Avaí pode até jogar no 4-4-2, desde que os laterais marquem mais do que apoiem (como de certo modo foi hoje). Porém, Jefferson Maranhão não é lateral (pelo menos até antes da partida de hoje) e Aelson, Julinho e Arlan (6 meses parado) não marcam. Ou seja, Ricardinho precisa pelo menos treinar o Avaí para jogar no 3-5-2. Não, necessariamente, para ser o esquema principal, mas para suprir as necessidades em situações como as de hoje!

– O treinador Ricardinho parece ter qualificado os treinamentos no Avaí. Pelo menos em campo o time demonstra isso em alguns momentos. Contudo, parece lhe faltar um pouco de leitura do jogo (quem sou eu para dizer isso?) Mas ele nem sempre acerta as substituições, p.ex.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Estreias…

  1. Existe espaço no blog para Avaí, Figueirense, Criciuma e Joinville, mas o cara ai é incapaz de ver isso… além, do que os conteúdos escritos são de bom conteudo mesmo os do Figueirense que eu não curto… mas vezes falta cérebro.
    Quanto ao jogo apenas vou escrever uma coisa: Se for pra ir pra Ressacada cornetear, vaiar, queimar jogador fiquem em casa. Bando de chato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s