Sem gambiarras

Perdemos um jogo que não seria fácil. Já era sabido. O Joinville vem bem na competição e está arrumadinho. Não é aquele espetáculo de time, não tem estrelas, mas não está bem colocado na tabela de graça. Ocorre que o que se viu neste jogo de sexta-feira foi algo anormal, fora dos princípios do futebol. O apitador operou o Avaí. Não se viu lances duvidosos, não foram erros comuns, foram lances muito bem planejados para prejudicar o mais vezes campeão de Santa Catarina. Há quem diga que estamos numa choradeira absurda, contudo ninguém bate palmas e dá parabéns quando se sente prejudicado. E quando o prejuízo é deliberado aí a coisa fica pior.

Porém, não dá pra ficar chorando pelo leite derramado eternamente. A direção avaiana irá tomar as providências cabíveis, dentro das normas, mas os três pontos já foram e não tem como voltar. O que importa é seguir na competição e recuperar a lambança promovida pelo apitador.

O que fica de lição é que, enquanto o futebol de nosso estado já é visto com olhos curiosos nos grandes centros e com nossos times já fazendo parte de boas colocações nas tabelas do Brasileirão (ainda que alguns murrinhas insistam em desmerecer nossa própria terra e nosso futebol), a Federação a qual estão filiados estes clubes não pode mais ser este poço de iniquidades que assistimos a todo instante. Um sujeito ultrapassado e decrépito está à frente da entidade há anos, vivendo de favores das ligas do interior, e impondo seus apitadores apaniguados ruins e incompetentes a arrumar resultados que favoreçam os interesses aquele chupador de charutos. Chega de gambiarras nessa FCF.

Em relação ao Avaí, até a hora da lambança do tal apitador, o time vinha bem. A entrada de Rodrigo Thiesen deu uma dinâmica maior ao grupo, fazendo com que a marcação jogasse mais adiantada. Temos dois volantes pesados, Alê e Eduardo Costa, e que jogam na mesma função. Se Ricardinho quer manter o 4-4-2, tinha que optar pela saída de um deles, e preferiu que Eduardo Costa ficasse de fora, haja vista que, ao que parece, está com condicionamento físico mais comprometido. Só essa alteração fez com que o posicionamento de Marquinhos Santos mudasse para melhor, assumindo uma meia direita tradicional e auxiliando nas passagens de Vinicius Bovi, que fez uma boa partida. Assim, com essa postura do time Cléber Santana jogou mais na armação pelo meio, trocando bolas com o ataque e possibilitando que Alê entrasse como homem surpresa.

Pela esquerda, as saídas de Julinho foram mais contidas, deixando o time capenga, mas fechando as subidas da ala direita do Joinville com Carlos Alberto.

Na frente, Beto e Marcio Diogo forçavam a saída de bola do JEC e com isso o goleiro tinha que se livrar da bola com chutões, ou a zaga tinha que sair jogando sem cobertura. E foi assim que o Avaí teve várias oportunidades de gol e iria vencer a partida, disso não tenho dúvidas. Se alguém não acredita, movido pela paixão ou pelo ódio ao Zunino, veja sem compromisso o replay do jogo. A postura do time mudou nessa partida e mesmo sendo ínfima já foi suficiente para vislumbrarmos um arremedo de time jogando com alguma tática treinada.

Todavia, a caminhada parece ser árdua. Ainda faltam ajustes na armação de jogadas para o ataque. Houve momentos em que nem Marquinhos ou Cléber Santana assumiam a meia e o bom volante do JEC, Augusto Recife, o melhor em campo, matou nossos dois melhores jogadores. Parece que corriam da responsabilidade em tomar a bola e fazer a jogada decisiva. Os dois são protagonistas, a gente sabe, mas talvez falte a Ricardinho dizer “você será  astro e você será a escada”, ou seja, dizer o que quer deles. Do contrário, é um desperdício. Esse papo terá que acontecer e a situação deve ser resolvida em nome do conjunto.

Mas, nesta sexta-feira não conseguimos ver mais nada disso, pois um apitador de Santa Catarina, com más intenções, encomendado pelas gambiarras lá de Camboriú, atravessou o nosso caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s