Esperanças renovadas

Neste mês de Junho tumultuado, onde montes de adolescentes mimados, classe média frustrada e baderneiros fascistas invadiram as ruas de todo o país, com a Copa das Confederações apresentando jogos de bom nível técnico, e com o frio que se arvora aos poucos por aí, o Avaí, de molho, apresentou seu técnico, campeão do Estadual 2012 e fracasso na série B do mesmo ano, e segue a vida tentando ajeitar seu time para ser campeão desta competição.

Muito se tem dito a respeito deste treinador, misto de dublê de Salvador da pátria a Messias redivivo, porém, como todo treinador, se não houver um grupo que jogue junto e com necessidade de vitórias e conquistas, pouco poderá fazer. Quando muito uma animaçãozinha à beira do gramado.

O tipo de jogo de Hémerson Maria todos conhecem. Ele mantém seus times jogando avançados, preserva a posse de bola e faz marcação com dois volantes e uma cobertura solta. Jogou assim com o time do Avaí campeão do Estadual, fez a mesma coisa com o Red Bull do interior paulista e manteve o mesmo esquema com o CRAC lá do Pantanal. Não há mistérios. A grande expectativa é que terá em suas mãos um time com jogadores  mais experientes e qualificados, coisa que pode render bons frutos.

A vantagem de um esquema assim é que as variações táticas são espontâneas. Pode atuar num 4-5-1 italiano ou num 4-2-3-1 ao estilo de uma seleção argentina ou brasileira. Isso se não surgir o 4-4-2 clássico. É um tipo de jogo com a participação de todos os atletas em campo, que mudam as posturas de acordo com as características de jogo.

A principal desvantagem é que o gás de muitos jogadores acaba antes de se resolver a partida. Com toda a certeza, uma vez que a preparação física deste time do Avaí neste ano é frágil, teremos jogos onde nos minutos finais os times adversários vão bufar dentro de nossa defesa. E como ela não é assim uma Cônsul Windows XP, fatalmente os corações na Ressacada sairão pela boca mais uma vez.

Tudo isso implica em que? Que a preparação física do grupo de jogadores do Avaí comece, efetivamente, a dispor um time em campo. E que as portas do Kobrasol e El Divino se fechem.

Ajustando essas coisinhas básicas, certamente as ruas estarão cheias na Beira-Mar no fim do ano e não serão por protestos frouxos.

Anúncios

Um pensamento sobre “Esperanças renovadas

  1. Orras, tô mais otimista.
    O elenco é bom, o treinador tem o apoio da maioria dos jogadores, ele está mexendo na zaga pra ajustar, trouxeram alguém para o lugar do Bovi e fizeram uma pequena limpa.

    O HM tem, ao que me parece, já que não vou a treinos e não tenho contato com ninguém que acompanha os treinamentos, o dom da palavra no sentido de agrupar e focar no objetivo. Eu gosto disso, afinal um time são os 11, mais alguns suplentes e todos os demais envolvidos.
    Evidente que hoje ele trabalha com um grupo mais experiente e onde os egos podem ser maiores, mas vou esperar e torcer para ele segurar essa onda.

    Sobre a disposição tática é muito relativo falar verdadeiramente em números: Se os dois laterais apoiarem, qualquer esquema pode mudar.
    O Avaí tem um meio de criação excelente, mas para abrir o time adversário, em muitos casos, precisa avançar os laterais, coisa que faltou muito na primeira etapa da série B.

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s