A Ressacada de nossos sonhos

É impossível a gente fechar os olhos para a ausência de público na Ressacada. Os que são contra e os que são a favor a tudo isto que está aí. Ao assistir ao jogo do Galo Mineiro pela semi-final da Libertadores, na noite passada, com aquelas arquibancadas repletas de olhos emocionados e corações acelerados, pensei em como isso nos toca o próprio íntimo por aqui em nosso quintal. Que falta nos faz um estádio cheio e com torcida vibrante.

Não vou mais entrar na discussão estéril de preços, culpas e desgostos. Isso já cansou e virou um mantra irritante. Há quem leia o que escrevo e interprete algo completamente diferente do que está nas minhas linhas mal-traçadas e então penso que eu é que não sei expressar a minha opinião, só pode ser isso. Vou escrever em russo do Turcomenistão, quem sabe assim serei compreendido.

Se a direção do Avaí majorou os preços numa decisão unilateral, é bom salientar que nosso torcedor também não é habituado a frequentar o estádio, situação crônica e histórica. E nem vou retornar às apologias desvairadas insistentemente pregadas a todo momento. Cada qual sabe onde o calo aperta. E ninguém é bobo, obviamente.

Mas eu chamo a atenção é para o estádio que temos e o desperdício que é deixá-lo às moscas.

Com o advento da Copa do Mundo os estádios de futebol por aí vão se tornando imensas salas de estar lindamente confortáveis. É possível até que um incauto, em dias de jogos mais sonolentos, como aqueles da seleção da Espanha, leve uma colchinha e um travesseiro e se refestele numa daquelas arquibancadas puxando um cochilinho recondicionador. Os estádios padrão-Fifa são belos e suntuosos, uma verdadeira casa de espetáculos. Porém, quando não estiverem lotados em dias de grandes eventos, percebe-se que se tornarão frios e apáticos. Quase uns necrotérios em grande estilo.

Já estádios como o do Avaí, não. Ainda que a freqüência de público seja mínima, é um prédio que, se não está ao nível de Fifa, é aconchegante. E o avaiano se sente à vontade em seu estádio. O satura de predicados e adjetivos favoráveis. Sente orgulho de sua casa.

Por isso, seria muito bom para a própria instituição (não tem nada a ver com diretoria, ok!?) que os avaianos frequentassem com mais assiduidade a Ressacada.

Vazia ela já respira, mas cheia ela pulsa. E um pulsar que identifica a quem sequer sabe o que é futebol que ali há avaianos doidos de tanto torcer.

Todavia é um sonho que, talvez, seja muito difícil de se concretizar. Uma pena!

Anúncios

5 pensamentos sobre “A Ressacada de nossos sonhos

  1. Também acho que poderíamos ter públicos melhores na Ressacada, mas leia atentamente a última pesquisa da Pluri Consultoria: http://www.pluriconsultoria.com.br/relatorio.php?id=284

    No final tem mais alguns links que falam da crise no futebol brasileiro, ingressos caros, motivos do torcedor não comparecer, elitização, etc.

    Seria fundamental termos uma torcida diferenciada, mas sabemos que são poucas no Brasil. Florianópolis é uma cidade com baixa população, muita gente de fora e ainda divide os torcedores entre 2 times. Apesar de tudo isso, vejo que a diretoria do Avaí vem trabalhando para conquistar novos sócios e prender os atuais, com muitas vantagens, preços interessantes, com o tempo chegaremos lá. E pra finalizar, a melhor propaganda é aquela boca-a-boca, se o sócio estiver satisfeito e for persistente, consegue convencer aquele colega de trabalho, vizinho e familiares a se associar também.

    Abraço!!

    • Pois é, Renan, até entendo essa questão da conjuntura. Não seria tanso a ponto de desmerecer isso. Ocorre que por aqui as pessoas relaxam muito, estando sempre à espera do que irá acontecer, sem se antecipar às demandas.
      Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s