Hora presente

Fazendo uma destas simulações de jogos em sites de esporte, constatei que no melhor dos cenários, na conjugação de resultados mais otimista, ainda assim o Leão da Ilha vai ter que remar muito para estar numa situação confortável na tabela. Será preciso pontuar em muitas rodadas e vencer vários jogos. A projeção de terminar o turno com 29 ou 30 pontos deve ser estampada no vestiário do grupo de jogadores avaianos e ser olhada todo dia, toda hora, como quem faz suas rezas para os santos espalhados por aí. sob pena de, se não for levado assim, ficarmos patinando no campeonato.

Conversando com amigos, eles me mostraram diversos exemplos de times que se sacrificaram e conquistaram o acesso da série B para a A, cujo começo foi aliás bem pior que o do Avaí neste ano de 2013. A propósito, a própria campanha do Avaí em 2008 foi terrível, se formos considerar que aquele time jogou quase todo o campeonato em condições precárias, com o campo sempre alagado e muitas vezes debaixo de tempestade. Foi uma superação sobre a outra. E que ninguém venha com o papinho de que aquele time era melhor do que este atual. Como já mencionei diversas vezes time bom é o que ganha e time ruim é o que perde. Só pra saber, o time atual, no papel, é superior àquele. Mas…

Acredito que o momento é de superação não apenas do time, mas de todos os que se acham avaianos. Embora alguns imbecis pensem diferente, não é uma campanha do Zunino, mas do Avaí Futebol Clube. Portanto, que todos criem vergonha na cara e comecem a mostrar que querem o Avaí na Série A. Diretores devem fazer esforços para remar para o mesmo lado. Jogadores devem esquecer suas necessidades festeiras e focar no campeonato. E torcedores, principalmente, devem voltar ao estádio e provar que querem o time em melhores situações.

Aliás, é bom saber que ninguém vai torcer pela gente. Assim como num casamento, temos os dias bons e os dias para esquecer, mas ninguém amadurecido o suficiente sai de porta afora a cada incômodo apresentado. E quem resolve os problemas em sua casa é você mesmo e a pessoa com quem casou, não os vizinhos. A alusão feita pelo blogueiro Tainha Escalada, o Yan, foi extremamente feliz em seu blog. Diz ele: (…) continuo pensando no nosso casamento de torcedor com time, parece que o torcedor AVAIANO atualmente foi casado contra a própria vontade (…) Leia lá para conferir.

Ou as pessoas envolvidas com o Avaí assumem isso ou não venham mais me dizer que são avaianos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s