O clamor por reforços

O discurso que imponho, contrário a esta sanha desenfreada por reforços no time avaiano, é tratado como prepotência. Alguns manés no meio da torcida me chamam até de recalcado, o que me faz ter esgares de riso. Tenho até uma lesão muscular no abdome, que precisa de fisioterapia, de tanto rir destas tolices a meu respeito.

Não, não tenho presunções e para recalque devo declarar minha vida na política, de humanista e democrata, que é o suficiente para mim e para os meus, só. Mas, claro, vindo de uma oposição medíocre ao presidente Zunino, a quem defendo abertamente e sem papas na língua, só espero isso ou coisa pior. Ou nada, que é o mais comum.

Mas voltando à bovina refrigerada, o fato é que não me indisponho a estas contratações sprinters, para se dar uma arrancada final, ou revelar que somos poderosos e que podemos fazer alguma coisa, ou até como o comportamento de madame decadente em festinha de quinze anos, que quer apenas aparecer para a patuléia. Não sou contra a vinda de um bambambã do futebol nacional para nos ajudar a subir. O que me pergunto diariamente é: por que?

Qual a necessidade de se ter um astro perdido dos times por aí a reforçar o nosso, dito não por mim, elenco desqualificado?

É pra botar banca, é isso? É garantia de sucesso? Subiremos sem nenhum percalço? Parece aquele velho babão, que quando olha passar uma garotinha formosa e jeitosinha ejacula nas cuecas.

Claro que um jogador top de linha, que entre no ataque avaiano e enverede a fazer gols seria a consolidação da glória. Finalmente os gols perdidos por nossos abnegados rapazes nos colocaria no Nirvana da consagração do futebol tupiniquim, que é participar da série A. Ou um zagueirão a consolar as viúvas de Émerson, por exemplo. Mesmo um lateral direito, tão pedido e aclamado, sem nem sequer se saber que o esquema adotado pelo Hémerson Maria não permite um lateral apoiador.

Mas, enfim, chamem um destes jogadores e certamente não suaremos mais na nuca e as fraldas nem mais serão usadas. Voltaríamos a ter grandes jogos na bela Ressacada, claro, com o Avaí em segundo plano. Sempre. Ah, sim, estas requeridas contratações são pra chamar torcida? Hãhã, sei, sei.

Mas a outra questão é: quem viria pra cá nestas condições? Qual grande e portentoso jogador cederia três meses de sua zona de conforto para ajudar ao velho e combalido Avaí a chegar lá?

Seria prudente entender, para que não se diga bobagens, que jogador de série A nenhum viria jogar a série B. Até viria, mas por um bom salário. Ou para um dos grandes, como Palmeiras, Sport, ou mesmo Paraná, onde teria mais visibilidade. Jogadores catarinenses, nem pensar. Se os de fora, quando não rendem, já são execrados, imagine-se um dali de Camboriu. Ah, sim, já temos um, que por não ter jogado bem por duas partidas já tem a cabeça a prêmio e já é chamado de amarrador. Fora Diego Jardel é o que pedem alguns entendidos.

Jogadores da série B, que não estejam jogando em seu atual time, também serão um prato cheio para a crítica com vela enfunada ao vento. Sem chances.

E aí, como o mercado é restrito, que outros jogadores podem ser comparados aos do Leão da Ilha, para ao menos termos parâmetros?

Comecemos pelo Palmeiras. Que jogador do Parque Antártica, do mesmo patamar dos nossos, poderia estar aqui? Leo Gago, lembram? Bom, ele tem uma lesão na coxa que o incapacita a cada temporada. Desde quando saiu do Avaí ainda não se firmou em nenhum clube. Fernandinho, da lateral esquerda, saiu daqui vaiado. Tiago Alves, baita zagueiro. Esquece! Tínhamos o Leandro Amaro, mas que se achou e não quis ficar no banco. Valdivia e Mendieta, nem pensar. Ronny? O Kobrasol iria adorar, isso é fato. Os atacantes Alan Kardec, Vinicius, Ananias, Caio, Leandro? Possuem uma multa contratual alta, muito fora dos nossos padrões.

Da Chapecoense? Aqui o preconceito é alto. É bom saber que eles têm um time muito forte, mas não tem estrelas de destaque, é o conjunto que sobressai. Bruno Rangel? É a versão light do mau caráter Zé Carlos. Aliás, já tivemos jogadores que foram campeões pelo Verdão do Oeste e se revelaram verdadeiras nabas. Sobrou um, o Aelson, que está muito longe de ser unanimidade. Muito longe. Ah, vão querer o Capixaba? Pega.

Dos outros clubes, ninguém quer trocar o certo pelo quase certo. Jogadores de Série C, então, fariam os famosos narizes empinados se torcerem mais ainda.

A bem da verdade, eu sou é realista. As chances de termos um reforço de peso são remotas. E apostar em alternativas está fora do projeto avaiano. E mesmo que haja um início de temporada, que se comece a montar um grupo forte e poderoso agora, essa possibilidade de um time galáctico diminui e é restrita ao pé da jaca. Se temos cinco jogadores de nível de série A hoje no elenco, é por causa de uma engenharia financeira medonha e absurda feita por Rondinelli e presidente Zunino, que dificilmente se repetirá.

Engana-se quem pensa que a direção avaiana está satisfeita e dormindo sobre o saco como gato de armazém. Eles estão atrás deste jogador diferenciado, mas não podem fazer aventuras. E quem viria para se encaixar neste grupo consolidado do Avaí? A linha entre o sucesso pleno e o fracasso absoluto é muito fina. Pode-se agregar valores substanciais ou desmanchar o que custou para ser construído. Dessa forma, acarmejem a Maricota!

Portanto, vou torcer e valorizar o time que temos. É este que está obtendo bons resultados. Se vier alguém, ótimo. Se não, é com esse que subiremos.

Anúncios

Um pensamento sobre “O clamor por reforços

  1. Sinto que minha curta carreira de agente FIFA acaba de ser enterrada. kkkk
    Volto para as Telecomunicações, já que minha carreira no futebol não passa de um corneteiro “white plate”. rsrs

    Amanhã é dia de pegar aquela fila maldita antes do jogo.

    abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s