Qualidade não é gosto pessoal

A palavra Qualidade possui diversos significados e no âmbito geral é um conceito subjetivo, mas do ponto de vista meramente funcional é um requisito que satisfaz a um cliente, a um usuário ou um interessado, cujos critérios são pré-definidos e calibrados, com escala de valores. Uma característica da qualidade é o tempo de resposta para correção de desvios. Se todos os sistemas, processos e procedimentos são conceitualmente falíveis, quanto menor o tempo para se corrigir um evento, maior será a sua qualidade. Portanto, este conceito não está relacionado a gostos pessoais, mas a intervenções que satisfaçam os requisitos definidos.

Um exemplo muito claro são os recalls para veículos efetuados pelas suas montadoras. Quanto menor o tempo para corrigir os defeitos de fábrica, quanto mais eficientes forem as observações e quanto mais eficazes forem as soluções de problemas, mais qualidade terá a marca.

Naturalmente, pelo comportamento próprio da condição humana, somos dotados de um ceticismo primário. Passamos a acreditar em algo quando isso nos dá conforto. Mas desde bebês somos desconfiados, situação que está relacionada a um gosto pessoal. Por mais que um padrinho rico e bonachão invista num afilhado e o encha de mimos e badulaques, se o moleque não for com uxcornos do infeliz, cada vez que este lhe apareça à frente o choro do pirralho é imediato. Assim, a questão de qualidade não está relacionada com crenças, gostos e formatações pré-concebidas, mas com requisitos pautáveis.

Trago este conceito de minha experiência como auditor de ISO 9000 e o coloco no colo de time de futebol.

Muito se dizia, lá atrás, lá nos idos de janeiro deste ano, que o Avaí faria um time para arrebentar na temporada. A direção avaiana apostava nisso e a maioria dos torcedores dava como certos três títulos: o Estadual, a Copa do Brasil e o acesso à série A, que pode ser colocado como um título. Nos garantíamos num otimismo fugaz. No entanto, o discurso reinante pelos meandros e entorno da Ressacada era se fazer um time de qualidade. E assim fomos deixando escapar dois campeonatos e começamos tropeçando na série B, com a alegação de que o time do Avaí não possuía a tal qualidade.

Ora, se formos considerar que o tempo de resposta para se chegar ao G4 foi dentro do esperado, ou seja, com a correção dos erros pontuais e entrada no momento exato, uma vez que o campeonato está chegando ao fim, este time tem qualidade, baseado naquelas premissas. Se perdeu o Estadual e a Copa do Brasil, pode-se considerar que não houve tempo hábil para isso e a conversa de qualidade fica sem embasamento, ou mesmo não tinha qualidade, também de acordo com o que é preconizado. Simples e sem lenga-lenga.

Contudo, a grande maioria das discussões em relação à tal qualidade era em função dos nomes que não agradavam. Ninguém apontou os números de cada atleta para qual o nariz era torcido. Se o fulano erra mais com o pé direito ou com o esquerdo, quantos passes acertava, quantas finalizações eram eficientes. Não se sabe o percentual de desarmes do volante assim ou assado, para definir se tem ou não qualidade. O mais das vezes era porque o Rondinelli não sabia contratar, fato que pode cair por terra se for considerada a efetividade de boa parte do elenco avaiano na atual temporada, que seria o acesso à Série A.

A conclusão, dessa forma, que se chega a isso tudo é que mais uma vez essa conversa de qualidade é muito subjetiva e não se adéqua à realidade. Não é este o critério para se definir um time de futebol, de uma vez por todas. Que as pessoas sejam sinceras e digam, aos brabos: não gosto do Rondinelli, não gosto do jogador fulano, não aceito esta contratação porque não aceito e bato o pezinho. Como não gostavam do Zunino, lembram?

Mas que o discurso seja mudado. Até para não se pagar mico gigante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s