Campeonato Catarinense 2014, uma fonte de receita

Todo ano ouvimos falar de salários atrasados de jogadores de futebol.

E como será que a Associação de Clubes de Futebol de Santa Catarina está tratando uma das principais (pelo menos deveria ser) fontes de receitas dos clubes?

Ou seja, como estão as negociações para o direito de transmissão do Catarinense de 2014? Já foram definidos os valores?

Só para lembrar:

1) Criciúma ainda briga para se manter na série A;

2) Chapecoense vai disputar a série A, em 2014;

3) Figueirense, Joinville e Avaí estão no páreo p/ disputar a série A, ano que vem;

Ou seja, é necessário que haja valorização do Estadual.

E não são apenas estes três pontos.

Segundo recente relatório divulgado pela Pluri Consultoria Avaí e Figueirense aparecem empatados em primeiro como os clubes (no Brasil) que tem maiores rendimentos médios por torcedor (R$ 1.097,00).

Tem mais: faz alguns meses que um jornal no Rio Grande do Sul apontou a Chapecoense como um time para os gaúchos torcerem na série B.

O que quero dizer com tudo isto? É que o futebol catarinense está com sua visibilidade em alta. E este é o melhor momento para “vender” o seu produto, que além de valorizado tem um público fiel e consumidor por natureza.

Não tenho dúvidas que os dados acima serão utilizados pelo veículo de comunicação na hora de vender as suas cotas de patrocínio para o campeonato catarinense.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s