Sem hora do recreio

Depois de uma lição bem feita, vem a hora do recreio. Mas se o aluno não estudou direito ou não fez a lição correta, ele perde a diversão e a fantasia de brincar com os outros coleguinhas.

O Avaí não fez a lição de casa como deveria, não copiou as tarefas do quadro e não apresentou os trabalhos. O resultado é óbvio, vai ficar de castigo enquanto os outros brincam. Até aprender. Se aprender. Se quiser aprender.

Não é só no futebol que as coisas são cobradas, mas na vida. Não adianta lamentar quando o balde de água vira, se tu não és cuidadoso. Não existe acidente, existe toupeiragem, tansice, falta de comprometimento, irresponsabilidade. Isso é que faz o fracasso. Não adianta ir para uma festa, encher a cara, bater o carro e depois dizer que as ruas estavam mal iluminadas ou o carro não prestava.

O futebol que o Avaí vem jogando é medíocre não porque não se paga salário, porque o sol é escaldante, porque a água é gelada, porque o Émerson Nunes é bonzinho, porque o Nilton é isso ou o Zunino era aquilo. É medíocre porque estes jogadores são medíocres. Nenhum deles, hoje, honra a camisa do Leão da Ilha. Nenhum. Repito: nenhum. São medíocres porque estão nos forçando a esquecer o passado e não dando esperanças para o futuro.

A situação está assim por uma questão de competência, que é a junção de conhecimento, habilidade e atitude. A decisão final, num time de futebol, está nos pés do jogador que detém a bola. Não é a chuva, o calor, o desgosto com um companheiro, o dinheiro na conta, o filho doente, o cachorro gripado. Nada disso, não nos queiram enganar. Naquele momento é ele, a bola e mais ninguém. Se ele tiver um mínimo de atitude, um pouco de habilidade e algum conhecimento, juntados a senso de responsabilidade, o jogo segue e seu time poderá ser vitorioso. Ou, ao menos, o esforço será premiado, mesmo que saia derrotado.

Embora o futebol seja um jogo coletivo, depende dele, do jogador, naquele exato instante, naquele milionésimo de segundo a decisão se quer continuar a sorrir ou ser vaiado. O seu erro, portanto, leva ao desastre e ao fracasso. Não há outra lógica.

Assim como o aluno, se na hora de fazer a prova errar a letra ou a conta, pode comprometer o seu resultado, o jogador se errar no instante decisivo pode levar o time a uma derrota às vezes simples, mas muitas vezes fatal.

Porém, assim como na vida, se um professor que leve toda a classe a ficar em recuperação é afastado do colégio, treinador cujo time não vença e tenha jogadores irresponsáveis será demitido sumariamente, tenha ele competência ou não.

Nos meus 52 anos de vida não me lembro de ter sentido uma vergonha tão grande em assistir a um jogo de futebol do meu time, desde os tempos de Adolfo Konder. E olha que já passamos por situações terríveis e cruéis nessa história. Quem esteve aqui este tempo todo, sabe. Mas, nesta quarta-feira, meu coração sangrou na Ressacada. Pela primeira vez, em todos estes anos, senti vontade de nunca mais voltar, de abandonar tudo.

Vida que segue.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Sem hora do recreio

  1. Vergonhas, Vergonha, Vergonha, Vergonha, Vergonha,….assim saí da Ressacada ontem.
    Time inoperante, bando de irresponsáveis e chorões. Querem altos salários em dia e ferram com o clube.
    CS passeou em campo. Filho, na hora do pega, da uma porrada no penal e bota goleiro com bola e tudo pra dentro, sem gracinha.
    Betinho saiu vaiado pela porta dos fundos, esse mascarado.
    O Neto na esquerda é o pior lateral que vi nos últimos anos.
    A zaga nos da calafrios.
    Meio campo confuso e ataque sem faro de gol.

    O Bocão é uma esperança.

    Dois jogadores do Avaí devem pagar a folha mensal do bom time Brusque.

    Turra? Vamos apostar novamente?
    Um ninho de cobras criadas precisa de um bom domador.

    Dentro das devidas proporções, o Corinthias está limpando um elenco de bons jogadores que estavam em situação similar, ACOMODADOS e se achando os donos da bola.
    Se continuar assim, não acredito em mudança em campo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s