Não tem outro. Pode ser este?

Claro que por uma questão de perspectivas, elaboramos nossas opiniões baseado nas angustias de estarmos numa série B. Estamos com pressa, é verdade. Por isso há os naturais, compreensivos e insistentes pedidos por reforços, para que o time avaiano deslanche de vez. Contudo, embora continuemos a lamentar o que podia e o que devia ser, a questão mais surpreendente de todas é que estamos no páreo da série B e com possibilidades bem reais para subir ainda neste ano, mesmo com este time chamado de fraco e limitado por especialistas.

Obviamente que o mais fácil seria ter um time do Barcelona por aqui. O torcedor iria ao estádio apenas para assistir aos jogos, sem muito esforço, sem precisar levantar da cadeira para incentivar o time, sem pingar suores de preocupação, sem virar o rosto a cada ataque de adversário encardido e nem ter que comemorar carrinho salvador de zagueiro como se fosse cobrança de falta na gaveta.

É evidente, ninguém gosta de passar trabalho na vida. A lei do menor esforço é real e pertence ao mundo em que vivemos. Mas, sinto informar a quem ainda não acordou, não entendeu ou não quer se estressar: vamos sofrer assim até o fim do ano. Isto é Série B.

Não preciso dizer que a mídia nativa e os blogueiros mal amados querem um pensamento diferente por parte da torcida. Querem confusão, desapego, maledicências, exposição de nossas feridas até que o sangue escorra por completo, deixando o moribundo inativo e incapaz de reações. Afinal, quem diz que tem a razão do seu lado não admite contrapontos e nem que se pense diferente. Fazem um boicote declarado. O ruim tem que ser cada vez mais ruim para provarem que estão certos. Uma vitória ou uma classificação desse Avaí põe por terra as suas elucubrações que acham inteligentes e perspicazes.

Todavia, a situação que nos deixa otimistas em relação a tudo isso é uma só: não há garantias para nenhuma das equipes que disputam a segunda divisão este ano. Nem para rebaixamento, tampouco para o acesso. Qualquer detalhe fará a diferença, para cima ou para baixo. Portanto, as pitonisas do Apocalipse podem enfiar suas varinhas de condão onde bem entenderem, mas não em adivinhar o que vai acontecer daqui por diante, optando pelo ruim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s